CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL CRESCE NO PAÍS COMO AS LOJAS DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO PODEM APROVEITAR

Construção Sustentável cresce no país: como as lojas de materiais de construção podem aproveitar?

A construção sustentável é uma tendência que vem ganhando cada vez mais força no mercado. Descubra como a sua loja de materiais de construção pode aproveitar esse momento. 

A construção sustentável é a prática de respeitar mais o meio ambiente baseado nos princípios ecológicos, por meio da utilização de materiais renováveis e reciclados nas obras de novas estruturas, assim como reduzir o consumo de energia e o desperdício de materiais e recursos. 

Essa é uma tendência que vem crescendo no mercado diante dos impactos negativos que foram causados no meio ambiente. Agora, as pessoas estão buscando soluções que respeitem mais o ecossistema. 

As construções sustentáveis são uma grande oportunidade não só para as construtoras, mas também para as lojas de materiais de construção. Afinal, você pode disponibilizar o que as empresas precisam para criar projetos mais ecologicamente conscientes e em sincronia com as necessidades e movimentos do mercado. 

Descubra como a sua loja de materiais de construção pode aproveitar esta tendência da construção sustentável e crescer: 

Sustentabilidade na construção civil

Aproveite essa tendência e conheça alguns materiais que você pode vender na sua loja para conquistar mais clientes e fechar mais negócios. 

  1. LED

Você vende lâmpadas LED na sua loja? Morar ou trabalhar em um ambiente bem iluminado é fundamental, mas estar com as lâmpadas acesas o tempo inteiro pode trazer problemas, tanto na conta de luz quanto na temperatura do espaço. 

Esse é o caso das lâmpadas incandescentes. Já as LED não emitem raios infravermelhos ou ultravioletas, não produzem calor e geram energia por microchip. Como se não bastasse isso, elas ainda podem durar mais de dez anos e acabam diminuindo o consumo de outros aparelhos como iluminação secundária ou ventiladores e ar-condicionados. 

  1. Replast

Essa é uma tecnologia que comprime diversos plásticos na construção de tijolos de encaixe. Além de evitar o uso de argamassas e colas, a produção de replast não envolve fornos, reduzindo a emissão de CO2 na atmosfera. 

  1. Tinta ecológica

Essas tintas usam exclusivamente materiais naturais, por meio de óleos e corantes encontrados no meio ambiente. Assim, não há o acréscimo de derivados de petróleo ou componentes sintéticos, o que é uma vantagem tanto para o consumidor final quanto para o pintor. 

Em casos de demolição, a tinta comum produz resquícios tóxicos para a terra, já a tinta ecológica se reintegra ao ambiente sem fazer mal algum. 

  1. Eco-tijolo

A grande diferença entre o tijolo comum e o eco-tijolo é que o segundo não requer queima para ser produzido. Os principais materiais utilizados na sua criação são: água, terra, cimento e areia. Feito na prensa hidráulica, o eco-tijolo usa o cimento para endurecer sem a necessidade de ir para o forno. 

Outro fato interessante sobre esse material é que eles geralmente são modulares, ou seja, podem ser encaixados uns nos outros, sem a necessidade de argamassa. Esse é outro custo que pode ser cortado do processo de construção. 

  1. Ecotelhado branco

A cor branca possui uma alta capacidade de refletir a luz. Por isso mesmo, o ecotelhado é branco. Dessa maneira, ele é capaz de refletir as ondas de calor, tornando o ambiente mais fresco e arejado. 

Produzido a partir da cerâmica, o material se mostra mais promissor para o futuro da construção civil. 

Conheça a maior oportunidade para a sua loja de materiais de construção para 2023

Já conhece o Obra Play? Somos o ecossistema que reúne e fortalece todos os players do mercado da construção civil. Com a nossa plataforma você vai conseguir solicitar orçamentos, responder a cotações, encontrar fornecedores e os melhores profissionais da construção civil.

Além disso, também temos um blog com conteúdos sobre os temas mais importantes para quem trabalha no setor. 

Deixe um comentário

0 Comentários
Comentários em linha
Ver todos os comentários